quarta-feira, 14 de setembro de 2011

[leia] Um pouco mais sobre os 5 casos notificados de AIDS em Apodi

Só por curiosidade, trago para vocês alguns detalhes sobre os 5 casos notificados de AIDS em Apodi nos últimos 7 meses.

Em relação a idade:
- 1 dos casos aconteceu numa criança com menos de 1 ano de idade, ou seja, a criança (muito provavelmente) adquiriu a doença de sua mãe, já portadora, através do que chamamos de transmissão vertical, que pode acontecer diretamente pela placenta (intra útero), na hora do parto (geralmente o parto normal tem maiores chances de infecção), ou quando estava amamentando. Portanto, mães com AIDS não podem amamentar;

- 3 casos foram diagnosticados em pessoas com idade entre 30 e 39 anos, e 1 caso entre 40 e 49 anos;

Em relação ao sexo:
- aqui vai uma curiosidade... dos 5 casos notificados, todos eram homens, inclusive a criança. É importante dizer que a transmissão sexual não ocorre somente nas relações homossexuais, mas também de homem para mulher, ou de mulher para homem. Como os homens se expõem mais, é mais comum que eles procurem o serviço médico para fazer o teste, e talvez por isso a notificação da doença tenha ocorrido somente no sexo masculino, mas as mulheres que estão vulneráveis (lembrar que não se usa mais o termo: grupo de risco, nem mesmo o termo: comportamento de risco, e sim VULNERABILIDADE) devem procurar os serviços de saúde.

Lembrar que os homens infectados não são necessariamente homossexuais, alguns adquirem a doença 'fora de casa', mas ao retornar para seu lar, eles trazem consigo o vírus, e poderá muito bem transmití-lo à sua parceira.

É trágico, mas importante dizer que mesmo as mulheres casadas, fiéis aos seus maridos, e que não tem um comportamento de risco, ainda sim elas são 'vulneráveis', caso seus maridos tenham um comportamento sexual desprotegido, com prostitutas, ou mesmo com homossexuais portadores do vírus.

E aqui vai uma dica para as 'profissionais do sexo', ou para todas aquelas que praticam sexo sem camisinha: PROTEJAM-SE! Tem muita gente em Apodi portando o vírus da AIDS, e a próxima poderá ser você!

3 Comentários:

professor Ernilson disse...

Se a criança que é portadora do HIV, com certeza a mãe está infectada. Portanto o 5 casos notificados deveriam ser de 4 do sexo masculino e um feminino (mãe da criança. Mas pode ser que a criança teria sido infectado através de tranfusão de sangue.

DeAssis Oliveira disse...

Professor, a mãe pode está infectada mas não deve ter feito os exames diagnósticos e por isso não entrou nas estatísticas.

Para a mulher é sempre mais difícil admitir a doença, devido ao estigma que se criou da AIDS.

Quanto a infecção por transfusão de sangue é possível, mas muito improvável, pois os Centros Coletores fazem rigorosos testes sorológicos, contudo, há o que se chama de Janela Imunológica, período em que o portador tem uma carga viral indetectável aos testes de triagem atuais.

Eu acho muito interessante que se faça esse tipo de discussão em Apodi. Precisamos reconhecer que esse é um problema REAL, e que nosso jovens, os homens casados, e até as mulheres, mesmo que fiéis aos seus maridos estão VULNERÁVEIS à doença.

Anônimo disse...

Quanto ao estigma que se tem sobre "geralmente homossexuais são portadores do vírus HVI" isso não existe mais. Até porque o número de infectados hoje entre heterossexuais é muito maior, e o de mulheres superou o de homens. Então é bom tomar cuidado sempre.

PUBLICIDADE

Arquivo do blog

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO