quarta-feira, 4 de março de 2009

[leia] Maternidade de Apodi poderá fechar as portas

Continua o impasse com relação aos assinatura do convênio entre APAMI e PMA. A Maternidade Claudina Pinto que há 50 anos presta serviços médicos à população de Apodi e região, corre o risco de ser fechada por que para assinar a renovação do convênio que a maternidade sempre teve com a prefeitura, a prefeita Gorete Pinto fez algumas exigências e imposições entre as quais, indicar a diretoria da entidade e colocar uma pessoa para administrar todo dinheiro que entrar do convênio.

Administrada pelo médico José Pinheiro durante 38 anos, a Associação de Proteção à Maternidade a infância – APAMI tem como nome fantasia Maternidade Claudina Pinto tem 52 funcionários e atende mulheres do município de Apodi e cidades vizinhas, realizando todo mês cerca de 70 partos. “Se não renovarmos o convênio, não teremos condições de mantê-la funcionando”, lamenta Pinheiro.

Atualmente, somente dois médicos trabalham na maternidade chegando a atender 120 pessoas por dia, o que sobrecarrega os profissionais. “Temos um aparelho de ultra-som que não está sendo utilizado por falta de um profissional capacitado”, lamenta Pinheiro.
Ele informa que o valor do repasse do convênio da prefeitura é de 55 mil reais e o SUS repassa R$ 7.120,00, o que é insuficiente para contratar mais profissionais.

Pinheiro não é funcionário da entidade, assim como sua mulher, a médica Lourdes. Eles atendem em regime de plantão. Recentemente, a APAMI criou uma nova diretoria, após a renúncia da antiga. E o novo diretor da Apami é o ex-secretario de esporte Keiber Roberto. “Se a maternidade fechar, todo seu patrimônio terá que ser vendido para indenização dos funcionários da entidade”, avisa.

Para tentar resolver o impasse, foi marcada uma reunião no gabinete da Prefeita para tratar desse assunto. Essa reunião foi adiada. Foram convocados para a reunião, todos os funcionários da entidade, o secretario de saúde Ivanildo Oliveira e o médico Jose Pinheiro que diz não ter nenhum problema em ter essa pessoa indicada por eles administrando o financeiro da entidade. “Isso até facilitará o nosso trabalho”, diz.

Sistema de saúde de Apodi e cidades vizinhas serão prejudicados

Com o fechamento da maternidade, o sistema de saúde do município de Apodi e de toda a região que já é deficitário, será muito prejudicado e as parturientes, serão as mais prejudicadas, já que é a única entidade que oferece esse tipo de serviço, onde as mulheres têm todo acompanhamento ginecológico, pré-operatório, pós-operatório, laboratorial, ambulatorial e pré-natal.

Segundo Pinheiro, foi marcada uma audiência marcada com a governadora Vilma de Faria que também foi adiada, e um dos assuntos em pauta será a possibilidade de um convênio com o governo do Estado para repasse de recursos para que a entidade não fique dependendo somente da prefeitura. “Há alguns anos, a APAMI teve contrato com o Governo do RN, através do qual foram destinados recursos para a compra de novos equipamentos e reforma para ampliação da parte física”, diz.

Para a enfermeira-chefe da maternidade, Carísia Marinho, “a prefeita vai ser sensível e vai assinar em breve este convenio para que acabe logo com todo esse constrangimento e tudo seja resolvido”. Segundo ela, o projeto para a saúde desenvolvido por Gorete é grandioso e pretende ampliar a maternidade com equipamentos modernos e novos profissionais na área de obstetrícia.

Preocupado com a saúde do município, Pinheiro diz que a situação é muito grave e teme o pior acontecer. “No fundo, tenho esperança de que os novos administradores tenham em vista o bom senso e olhem para o povo em geral e assinem o convênio sem muitas exigências, pois tudo isso esta acontecendo devido a questões políticas”, acrescentando que o resultado disso poderá ser desastroso para o município e por isso o povo precisa está informado do que está acontecendo para poder se manifestar.

Fonte: Jornal Correio do Oeste

12 Comentários:

Anônimo disse...

sera q dr pinheiro esta mesmo preoculpado com a população? ou se e com afalta do poder veja q e o presidenteda apam keiber roberto como pode acontecer isso dr agora q a população esta sendo informada mais uma vez eu perguto dr queder sua honestidade em?

Anônimo disse...

espero q gorete assine para que a população nã venha ter prejuiso mais de acordo com alei porque dr pinheiro machucou muito na campanha espero q deus toq nesses corações eder tudo certo ok vamos deixar a politica de lado e vamos unir as forças ok/

Anônimo disse...

DEASSIS FALA DA GREVE DOS PROFESSORES DO ESTADO.... HOJE PELA MANHA FOI UMA ASSEBLEIA É PRATICAMENTE TODOS ESTÃO NESTA LUTA!!!FOI UNANIME A ADESSAÕ A GREVE POR PARTE DOS PROFESSORES!! NÃO PRECISA PUBLICACA ESSE COMMETARIO É SÓ QUESTAÕ DE INFORMES!!!

alerta com apodi disse...

Se a Maternidade fechar as portas por causa de "picuinhas" políticas, fica clara a (má) "qualidade" de políticos que temos.

mariinha disse...

pinheiro tem razão,mesmo tendo votado na prefeita o seu desgaste em querer não assinar o convenio,será pior se ela não ceder a opinião do povo que hoje a condena nessa injustificavel decisão.

respeito a vida...politicos. disse...

não vejo por onde gorete ser contraria a necessidade do povo,do nascimento dos nossos conterraneos,afinal o povo não lhe perdoara,que volte atras,pois é a unica saida,porque antes quem foi vice prefeito,secretarios de saude do municipio nunca foram contra o repasse da prefeitura para a maternidade?

bacural disse...

Gorete quer q Pinheiro sai do meio p ela colocar alquem da familia dela no poder da maternidade, é só isso o problema, eu acho que Gorete tá muito errada nessa questão.Minha opinião é essa.E é pq é mulher.
Mas...
É A FORÇA DA MULHER!!!
E QUE FORÇA!!!KKKKKKKKK

Anônimo disse...

Dr Klinger e Dr Ivanildo aprenderam a fazer parto? se eu fosse Dr Pinheiro entregaria a maternidade a eles e veríamos o caos ser instalado, é muita ganância e vingança pessoal, e o interesse coletivo que se dane. tenho pena de Apodi.

Anônimo disse...

Anônimo que escreveu primeiro, apesar de aqui não necessitar de uma linguagem formal, gramaticamente correta, quase não dá para entender o que voce quis dizer. tenha mais cuidado com as palavras. queder? voce quis dizer cadê, desde quando minha bisavó era viva não ouvia essa palavra. entenda como uma crítica construttiva para melhorar a comunicação.

Anônimo disse...

Melhor e devolver a Maternidade ao Hospital Hélio Morais Marinho.

Você Doutorzinho é culpado de hoje em apodi só ter uma maternidade, serviu para suas manipulações safadas.

FORAAAAAAAAAAAAAAAA

Anônimo disse...

O que é que custa o Dr. Pinheiro deixar que a Prefeitura tenha alguém fiscalizando o dinheiro que será repassado? A Câmara está preocupada com isso? Ou será que o Presidente nem fala nisso, pq quem bancou a sua campanha foi Pinheiro?! O dinheiro é público e o Município e o povo, têm direito a fiscalizar sim. A prefeitura não pode ficar repassando dinheiro sem fiscalizar. É obrigatório. Por que Pinheiro não quer deixar? O dinheiro é pra ser gasto na maternidade e não desviado para outros lugares. É a minha opinião.

Anônimo disse...

VAMOS FISCALIZAR O LEGISLATIVO, EXECUTIVO E TAMBEM A MATERNIODADE, PORQUE TODO ESSE DINHEIRO É PUBLICO.

PUBLICIDADE

Arquivo do blog

  ©Template by Dicas Blogger

TOPO